Terceiro trimestre gordo no Bradesco

A constatação de que os bancos podiam dar um reajuste salarial muito mais justo na campanha salarial 2015 se confirma três dias após o fim da greve dos bancários, aprovado nesta segunda-feira (26/10).

Nesta quinta (29/10), o Bradesco divulgou o lucro líquido de R$ 4,12 bilhões no terceiro trimestre, o que garante uma alta de 6,3% em relação ao mesmo período do ano passado.

Quando se exclui efeitos extraordinários, o lucro ajustado chega a R$ 4,5 bilhões, avanço de 14,8% no comparativo com igual período de 2014. A empresa superou até mesmo a projeção da agência Reuters, que esperava lucratividade ajustada de R$ 4,437 bilhões. Prova de que os bancos poderiam acatar toda a pauta de reivindicações da categoria.

Outros números mostram ótimos resultados. A carteira de crédito teve alta de 6,8% e somou R$ 474,488 bilhões. A receita com tarifas e serviços evoluiu 13,1% e ficou em R$ 6,38 bilhões e o índice de inadimplência só avançou 0,2 pontos percentuais em relação ao terceiro trimestre de 2014, fechando em 3,8%, o que colaborou para os grandes lucros apontados.

Fonte: Movimento Sindical

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.