Sindicato reverte demissão de bancária grávida

A bancária com mais de 11 anos de serviços prestados ao BRADESCO S/A,  foi demitida no mês de junho de 2022, mesmo estando gravida e com problemas de saúde.

Após a dispensa, a bancária procurou o Sindicato para orientações.

Durante o atendimento a trabalhadora, os dirigentes sindicais e o Departamento Jurídico do Sindicato constataram que bancária, gravida e com problemas de saúde  não poderia ter sido demitida. Com base nessa informação, os dirigentes do Sindicato contataram o RH do Bradesco para que fosse tornada sem efeito a demissão da bancária. Ato contínuo, o Sindicato encaminhou a trabalhadora para atendimento no CERSAT  e se recusou a realizar a homologação da rescisão do contrato de trabalho.

A rápida e firme atuação da direção do Sindicato dos Bancários de Ponte Nova e Região forçou o banco a reverter a demissão da bancária.

O presidente do Sindicato, e bancário do Bradesco, Jose Carlos Barbosa Silva, orienta sobre a importância das bancárias e bancários cuidarem da sua saúde. “Em caso de adoecimento, é fundamental procurar auxílio médico e, se for preciso, se afastar do trabalho apresentando os atestados necessários ao empregador. Para o banco, os trabalhadores são apenas números e serão descartados quando o banco achar que não servem mais para o trabalho. Nenhum bancário deve trabalhar doente ou ter receio de entregar um atestado para poder se recuperar.”

A atuação dos dirigentes sindicais foi fundamental para a reintegração da bancária. A defesa da categoria e dos seus direitos são motivos importantes para fortalecer cada vez mais o Sindicato e sua capacidade de mobilização.

Faça parte dessas lutas se sindicalizando e incentivando os colegas de banco a também ficarem sócios do Sindicato.

Acompanhe as novidades do Sindicato nos seguindo nas redes sociais:

twitter.com/bancariospnr

facebook.com/bancariospnr

Nosso app SBPNR

Fonte : SBPNR