Reunião da Mesa Permanente de Negociação da Caixa Econômica Federal

Nesta quinta-feira (25/06), estiveram reunidos, em Brasília, os representantes da Caixa Econômica Federal e representantes dos empregados da Caixa de Entidades Sindicais.Mesa Permanente da Caixa-25- junho -2015

Na ocasião, foram tratados e discutidos vários temas importantes para os empregados, destacando-se a necessidade de contratação dos concursados para suprir as vagas daqueles que aderiram ao PAA, e a apresentação de proposta para a carreira dos auditores Caixa.

Preliminarmente a Contec agradeceu à Caixa e ressaltou a importância da realização das reuniões temáticas e permanentes. Para os representantes dos empregados, as reuniões da mesa permanente são um espaço propício para debater problemas importantes da categoria vivenciados no dia a dia. Fatos, que dificilmente serão abordados e negociados em Campanha Salarial, os quais vem sendo tratados com seriedade de forma a alcançar melhores resultados  para os empregados e, consequentemente, para a empresa.

Na oportunidade, a CAIXA apresentou algumas propostas para melhorar a seguranças nas agências e prédios da instituição.

Em resposta a última reunião, a Caixa fez uma apresentação sobre o PCMSO.

Disse que nova abordagem vem sendo dada desde dezembro de 2014, por meio de uma avaliação feita pela Caixa, que visa  tornar o Programa um balizador importante e preciso para diagnosticar fatores de risco dos empregados, bem como das estruturas e ambientes das unidades, de forma a gerar inteligência para atuar preventivamente com ações assertivas.

Desta forma a Caixa, com informações eletrônicas e dados importantes sobre o empregado, estará monitorando a saúde do empregado e identificando a realidade e o perfil de cada unidade. Para eles, este histórico vai ajudar a empresa a atuar corretivamente nas causas e ajudar o empregado acompanhando sua saúde e a sua realidade no ambiente de trabalho.

Na sequência foram colocados em mesa os seguintes assuntos:

– Contratação dos concursados previstos em Acordo Coletivo e reposição dos empregados que saíram pelo PAA

A Contec insistiu com os representantes da Caixa quanto a urgente necessidade na contratação de pessoal, considerando os graves problemas que as unidades vem enfrentando com a falta de reposição ou um melhor redimensionamento da LNP (lotação necessária de pessoal de cada unidade).

A ausência de reposição traduz em fragilidade da empresa quanto às suas demandas e projetos, gerando insegurança e desmotivação dos gestores quanto aos objetivos e metas.  Os representantes dos empregados avaliam que não há mais espaço para prolongar o prazo das novas contratações, já que a urgência hoje já vem com um atraso com graves consequências para as unidades e à saúde dos empregados.

A Caixa voltou a afirmar que vem contratando conforme acertado no Acordo e que as vagas do PAA ainda não foram definidas pelo Conselho Diretor da Caixa.

Os representantes da CONTEC  manifestaram um descontentamento com a forma com que sendo tratada esta questão, por entender que o assunto é muito sério e a empresa não está avaliando a situação como deveria.

– Processos Seletivos Internos 

A Contec mais uma vez interpelou a Caixa no sentido de definir melhor os critérios de avaliação dos empregados para fins de ascensão na carreira por meio dos PSIs, conforme havia cobrado na última reunião.  Estas reclamações vem se arrastando há anos sem que a Caixa tenha se posicionado de forma a contribuir nas mudanças que se fazem necessárias.  São muitas as reclamações de empregados que se sentem injustiçados neste processo, sem que lhes seja dado o  direito a revisão e/ou maior clareza de avaliação.

 A Contec apresentou diversas situações ocorridas nas unidades e, pediu aos representantes maior transparência no processo, tornando mais democrática cada etapa do mesmo. Segundo a representação da CONTEC, essas ocorrências têm desmotivado os empregados e impossibilitam os mesmo de abraçar novos desafios dentro da empresa.

A Caixa informou que atualmente a empresa tem o banco de oportunidades, banco de habilitados e o banco de sucessores. Locais, onde tem uma equipe de mercado fora da empresa para avaliação independente do perfil do empregado, com participação da Caixa.  Para a CAIXA, se evoluiu muito já e pode melhorar ainda mais com as sugestões apresentadas.  Disse que haverá evolução e seus próximos processos serão melhores, considerando o histórico dos antigos processos.

– Jornada dos Tesoureiros

A Contec cobrou novamente a Caixa sobre a regularização da jornada de trabalho dos tesoureiros.  A CLT prevê jornada de 6 horas para os bancários e existem várias decisões da justiça favoráveis a este entendimento, sendo já uma jurisprudência no judiciário.

O atraso na regularização desta situação vem trazendo um  aumento no passivo da empresa, diversas demandas na justiça.  Infelizmente, representantes da Caixa estão insensíveis a esta realidade.  Todavia, estamos aguardando, conforme informações da empresa, uma solução breve para este problema.

– Substituição em Cascata

Mais uma vez, cobramos dos representantes da Caixa uma solução urgente para que toda a substituição, independente de quantidade de dias, tenha contrapartida financeira para o empregado.  Para a CONTEC, não é justo que o empregado na unidade tenha mais responsabilidade do que a sua alçada e até mesmo venha acumulando responsabilidades sem que tenha remuneração adequada.

Um dia trabalhado fora da sua função gera novas responsabilidades e riscos, somados ao stress do acumulo de serviço.  A Caixa informou que por se tratar de medida de gestão face ao atual cenário da economia,  não há no momento uma avaliação para que se revogue a CI DEPES/SUSEC 055/2015.

 – Cobranças via whatsapp

A Contec lamentou junto aos  representantes Caixa o fato de que continuam as cobranças junto aos gestores via whatsapp fora do horário de trabalho. Infelizmente, as cobranças continuam de forma agressiva, não levando em conta a realidade atual. O que na verdade não contribui em nada para uma melhor situação no relacionamento empregado/empresa.

– Conflitos individuais

A Contec apresentou a Caixa alguns problemas que vem ocorrendo nas bases dos Sindicatos e solicitou que pudéssemos encontrar um caminho para viabilizar uma comissão entre empresa e entidades sindicais para debater estas questões.

 – Proposta dos auditores Caixa

As representantes da AudiCAIXA fizeram apresentação das reivindicações da carreira dos auditores. Dentre elas constam o reconhecimento das competências da FG Auditor na trajetória de movimentação; revisão no reajuste das diárias em função dos custos de alimentação e hospedagem;  e, a  valorização da carreira do auditor por meio da criação da mesma. Os representantes Caixa  informaram que submeterão a SURSE os pedidos para avaliação.

AVALIAÇÃO

Face a quantidade de assuntos elencados e sendo temas de real interesse da categoria, entendemos que a abordagem apresentada pelas entidades foram de grande importância para uma constante reflexão dos representantes da Caixa. Esperamos que a CAIXA encontre mecanismos para viabilizar soluções que vem somar no dia a dia da vida da empresa e seus empregados. Um caso recente é a melhoria no PCMSO e as novas perspectivas que a Caixa e os empregados alcançarão por meio das mudanças implementadas.

Fonte: CONTEC

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.