21/01/21 Negociação BB

Reestruturação do BB: Resumo da Reunião entre CONTEC e Entidades Sindicais filiadas

Ontem (20), foi realizada a reunião – por videoconferência – entre os representantes das entidades sindicais vinculadas à Contec, com a própria Confederação, para a definição de ações em relação à reestruturação anunciada e já em processo no Banco  do Brasil.

Na ocasião, o presidente da Contec, Lourenço Ferreira do Prado, abriu a reunião fazendo um breve relato sobre as mudanças na estrutura do BB e também sobre a pandemia que preocupa a todos, sobretudo aos bancários que estão na linha de frente no atendimento das pessoas, e, relatou que a Contec participou de reunião com a Fenaban sobre essa questão e que também enviou ofício ao Ministro da Saúde requerendo que os bancários sejam lembrados como profissionais que correm sérios riscos em razão do contato com a população e, assim, sejam contemplados no rol de pessoas com prioridade para receber a vacina contra a covid-19.

Sobre a questão da reestruturação no BB, Gilberto Antonio Vieira comunicou que a Contec realizou reuniões com o banco nos dias 11 e 14 de janeiro, quando  requereu a suspensão da reforma estrutural, sem êxito, infelizmente,  e solicitou às entidades sindicais para que façam pressão junto a parlamentares e prefeitos de suas bases pedindo para que estes atuem no sentido de impedir que o BB tome tais medidas, principalmente o fechamento de agências.

Quanto a ações judiciais para defender o direito dos bancários que vierem a ser prejudicados pelas medidas do banco, Gilberto Antônio Vieira informou que o advogado da Contec irá disponibilizar minuta de petição para que os sindicatos ajuízem as ações contra o Banco. A ação sugerida pela Contec seria uma ação civil pública para preservar o pagamento da gratificação de caixa aos funcionários que tiverem atingido 10 anos na função.

Diante disso, foi sugerido por dirigentes sindicais, que a Contec entre com a ação judicial a nível nacional representando todos os bancários do BB, ponderando que a Contec não deve abrir mão desse importante papel, como entidade maior que representa a todos na assinatura dos acordos coletivos e considerando a necessidade de urgência na medida judicial que impeça o Banco de prejudicar tantos empregados.

Em razão de algumas questões relacionadas a quais pedidos devem ser feitos na justiça, a Contec, atendendo a sugestão dos dirigentes, resolveu agendar, o mais rápido possível, nova reunião entre os dirigentes e o advogado da Contec para que seja definida a abrangência da ação e dos pedidos.

Com relação a ações dos sindicatos, ficou definido o dia 22 de janeiro para manifestações/protestos nas agências do Banco e para o dia 29 de janeiro ficou para ser ainda confirmado pela Contec a realização de uma paralisação.

Ainda na reunião, os dirigentes requereram que a Contec busque urgentemente junto ao BB a relação de todas as unidades do banco que sofrerão modificações ou fechamento para que os sindicatos possam organizar suas ações no sentido de defender direitos dos empregados que seja afetados. Dr Gilberto comprometeu-se a providenciar o pedido ao BB.

Fonte: Movimento Sindical

Email this to someone

Tags:, , ,