Petroleiros participam de ato em defesa da Petrobrás na Câmara

Na tarde de terça (14) a direção da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Sindicatos da categoria, movimentos sociais e parlamentares participaram do ato “Em defesa da Petrobras e da Democracia”, na Câmara dos Deputados.Petroleitos na Câmra

José Maria Rangel, coordenador geral da FUP, destacou o quanto a democracia e a Petrobras fazem parte da história do povo brasileiro.

“Nós conseguimos mobilizar a sociedade em defesa desta luta e demonstramos força, pois o pré-sal é a redenção do povo brasileiro. Saímos de 2% do PIB para 13%, com o crescimento da Petrobras nos últimos anos. Passamos a construir plataformas e navios e produzimos 800 mil barris por dia, em sete anos. E não estamos sozinhos nessa luta. Temos ao nosso lado os movimentos sociais e parlamentares que sabem da importância da Petrobras para o Brasil”, afirmou.

A derrubada no Senado do regime de urgência do projeto de lei 131/2015, do senador José Serra (PSDB-SP), que altera a Lei de Partilha e retira a exclusividade da Petrobrás na exploração do pré-sal foi citada pelos participantes como uma vitória. De acordo com a proposta do senador tucano, a Petrobras deixaria de ser operadora única do pré-sal, enfraquecendo a estatal e abrindo caminho para riqueza ser operada pelas multinacionais.

O ato foi coordenado pelo deputado Davidson Magalhães (PCdoB-BA), que é presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Petrobras.

Recorde na produção – A Petrobras informou que a produção de petróleo e gás natural do pré-sal, no Brasil e no exterior, aumentou 4,3% em junho na comparação com o mesmo mês de 2014, atingindo 2,746 milhões de barris de óleo por dia. No mês, a estatal registrou novos recordes na produção, tendo em 26 de junho superado em 1,1% o recorde anterior, de 11 de abril de 2015.

Fonte: RBA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.