Ministério Público do Trabalho pressiona Caixa por contratações

Procurador do trabalho estabeleceu prazo de 20 dias para banco se pronunciar sobre admissões de aprovados em concurso realizado no ano passado.

A Caixa tem até 20 dias para apresentar cronograma de contratações dos aprovados em concurso público realizado em 2014, ou estudo que dimensione as admissões que serão feitas até dezembro deste ano, como prevê a cláusula 50 do ACT 2014/2015, ou até junho de 2016, quando termina a validade do concurso.

O prazo foi determinado pelo procurador Carlos Eduardo Carvalho Brisolla, da Procuradoria Regional do Trabalho da 10ª Regional, em audiência realizada na quinta 5 por iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT). Estiveram presentes na reunião, em Brasília, representantes dos trabalhadores, da Caixa e do MPT.CEF - Maiempregados para a Caixa

O espírito da conquista de 2014 era a ampliação do número de empregados, com a admissão dos aprovados no concurso. A Caixa tinha 100 mil trabalhadores e o movimento sindical reivindicava e continua cobrando mais contratações, com a campanha Mais empregados para a Caixa, Mais Caixa para o Brasil, por conta da sobrecarga de trabalho e da importância do banco para o país. A Caixa desrespeita os empregados ao fazer o contrário, cortando postos de trabalho. Em julho deste ano (quando foi divulgado o último balanço do banco) o número de funcionários já tinha caído para 97,9 mil.

A má condição de atendimento nas agências é de responsabilidade exclusiva da Caixa. Na Campanha 2015, nas pautas específicas, a ampliação das contratações era uma das reivindicações. E, novamente, o banco não respondeu positivamentee.

Na audiência do MPT, o procurador recomendou também que nos próximos concursos seja definida uma quantidade de contratações, que não se faça um processo seletivo apenas para cadastro de reserva.

Espera-se que a Caixa tenha a sensibilidade de seguir essa orientação, evitando a frustração de milhares de aprovados, como está ocorrendo agora com mais de 30 mil.

Concurso público
Em 2014, a Caixa realizou um dos maiores concursos públicos da história, com a aprovação de 32.879 candidatos. Até agora, apenas 3.182 foram convocados (9,67% do total) e apenas 2.482 admitidos (7,54% do total). Atualmente, em média, são 23 empregados trabalhando em cada unidade do banco público, a pior situação desde 2003.

Fonte: Movimento Sindical

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.