Mais de mil tentativas de golpes financeiros por hora

Os bancos, que lucram às custas das altas taxas e tarifas e investem cada vez mais em digitalização e automação, precisam executar estratégias de comunicação com os clientes a fim de que escapem de abordagens suspeitas. A recorrência dos golpes é enorme. Nos primeiros setes meses deste ano, os brasileiros foram vítimas de mais de mil tentativas de golpes financeiros por hora. 

Pesquisa da Serasa Experian revela que entre junho de 2021 e junho de 2022, houve mais de 4,62 milhões de tentativas de fraude. Foram 385 mil abordagens criminosas por mês, em média. 

Se observado apenas o mês de junho deste ano, o Indicador de Tentativas de Fraudes da instituição mostra que houve 322.219 iniciativas criminosas deste tipo, uma a cada oito segundos. Do total, 57,1% estão relacionadas ao setor de bancos e cartões.

Os clientes estão cada vez mais vulneráveis. De acordo com a Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), no ano passado as tentativas de fraude bateram recorde, com mais de 4 milhões de investidas. Em relação a 2020, as abordagens online de golpistas subiram cerca de 80%. 

Fonte: Movimento Sindical