HSBC descarta demissão em massa no Brasil

O banco britânico HSBC descartou que fará demissões em massa em seu processo de venda no Brasil, segundo informação do movimento sindical bancário.

A instituição financeira informou que não comentaria o resultado do encontro com o grupo de sindicalistas que ocorreu nesta quarta-feira em São Paulo.Demissão 3

Os diretores de recursos humanos e relações sindicais afirmaram que não há intenção de fazer demissões em massa para entregar o banco enxuto ao seu novo dono e disseram que até ontem [quarta] não se sabe ainda quem será o comprador.

Bradesco, Itaú e Santander são os três bancos que fizeram propostas iniciais pelo HSBC no país. O banco britânico anunciou na terça-feira (9) uma reestruturação global de suas atividades e espera levantar US$ 17 bilhões com a venda de suas unidades brasileira e turca.

O plano, detalhado durante um evento com investidores, tem como objetivo recuperar a rentabilidade e superar as perdas ocasionadas pelo escândalo conhecido como Swissleaks, em que a instituição é acusada de ajudar clientes de alta renda a sonegar imposto e a ocultar recursos depositados na Suíça.

No ano passado, o HSBC Brasil teve prejuízo de R$ 549 milhões.
O Banco informou que houve muito mal entendido na divulgação das informações na Inglaterra, quando foi dito que o banco queria eliminar 50 mil posições no mundo.

Fonte: Movimento Sindical

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.