Governo Bolsonaro enriquece acionistas da Petrobras

A necropolítica ultraliberal do governo Bolsonaro castiga a população. A fome disparou e atinge mais de 33 milhões de brasileiros. A inflação segue descontrolada e os alimentos não param de subir. O cenário podia ser outro. Mas, Jair Bolsonaro prefere beneficiar os investidores estrangeiros.

Um bom exemplo é o que acontece com a Petrobras. Enquanto os brasileiros pagam preços exorbitantes pelos combustíveis nas bombas, o governo enriquece os acionistas, por meio da atual política de preços praticada pela estatal. 

Para se ter ideia, o lucro líquido da empresa chega a ser seis vezes maior do que o das concorrentes internacionais. Só no primeiro trimestre deste ano, o o balanço chegou a R$ 44,5 bilhões. Alta de 3.608% em relação ao mesmo período de 2021.

A Petrobras é a empresa que mais distribui dividendos para acionistas. No primeiro trimestre receberam US$ 10,2 bilhões (cerca de R$ 52,02 bilhões). Já a média das petroleiras internacionais distribuiu US$ 2,5 bilhões (R$ 12,75 bilhões). 

Com Bolsonaro não há nada ruim que não possa piorar. A situação para o brasileiro pode ficar mais desesperadora, já que o governo, ao invés de mudar a atual política de preços dos combustíveis, quer privatizar a Petrobras a qualquer custo. O país pode chegar a um cenário de mais subdesenvolvimento se o projeto sair do papel. 

Fonte: Movimento Sindical