Financiários aderem à greve nacional dos bancários

Categoria reivindica reposição da inflação, mais 5% de aumento real

BV Financeira 3Os financiários aderiram à greve nacional dos bancários em várias cidades do país, nesta quinta e sexta-feira (8 e 9). A decisão foi tomada em assembleias que rejeitaram a proposta da Fenacrefi de reajuste salarial que correspondente a 80% do INPC de 9,83%, referente a junho/2016, mais R$ 1.000 de abono. O índice está muito aquém da reivindicação dos financiários, de reposição da inflação, mais 5% de aumento real.

Desde a entrega da minuta até esta última rodada de negociação, os financiários não obtiveram avanços nas cláusulas sociais e econômicas. É inadmissível um índice tão baixo, uma vez que o lucro das financeiras se encontra nas alturas.

A categoria cruzou os braços em Curitiba, Fortaleza, Londrina, Santo André, São Bernardo do Campo, Santos e Ribeirão Preto, Salvador.

O índice proposto pela Fenacrefi foi muito abaixo das reivindicações dos trabalhadores. Sabemos que os bancos lucram e as financeiras lucram o dobro, sem falar na terceirização que está dentro de todas as instituições financeiras.

Fonte: Seeb SP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.