Fenaban apresentará proposta dia 28

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) já começou a negociação adiando retornos à categoria. O prometido era dar respostas sobre as cláusulas sociais na reunião desta quarta-feira (24), mas a Fenaban informou que precisa de mais tempo e fará uma proposta global só na próxima segunda-feira (29).

A rodada desta quarta-feira está mantida e vai dar continuidade aos debates da semana passada, quando a Comissão Nacional dos Bancários apresentou as 128 cláusulas da pauta de reivindicações, mostrando, por meio de dados dos próprios bancos, que as demandas podem ser atendidas.

As cinco principais organizações financeiras em atividade no Brasil obtiveram lucro líquido de quase R$ 30 bilhões no primeiro semestre deste ano. Há, portanto, como valorizar os trabalhadores e atender a minuta, que tem reajuste salarial de 14,78% (aumento real de 5% mais reposição da inflação), PLR de três salários mais R$ 8.317,90 e piso de R$ 3.940,24 – equivalente ao mínimo estabelecido pelo Dieese em junho último.

Os bancários querem também o fim das demissões com a ampliação do quadro de funcionários, fim da terceirização, segurança, melhores condições de trabalho, fim do assédio moral e das metas e redução dos juros aplicados aos clientes.

Fonte: Movimento Sindical

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.