Bolsonaro avança com privatização da Eletrobras

\"\"

Sem nenhuma vergonha de deteriorar o patrimônio nacional, o governo Bolsonaro avança com a privatização da Eletrobras. O preço das ações da oferta para venda da empresa será definido nesta quinta-feira (09/06). A venda está prevista para segunda-feira (13/06). 

A privatização da Eletrobras, principal empresa do setor elétrico do Brasil, será um grande retrocesso. O governo vai emitir novas ações e reduzir a participação da União na empresa. Ou seja, vai deixar de ser o acionista controlador. 

Apesar de a estatal ser lucrativa, repassando cerca de R$ 19 bilhões à União todos os anos, a agenda privatista de Jair Bolsonaro quer entregar a Eletrobras ao grande capital. 

Sem falar que a privatização vai aumentar ainda mais a conta de luz dos brasileiros. A alta do custo, estimada em 25%, acarreta uma série de prejuízos como agravamento da crise e acelera a desindustrialização.

Fonte: Movimento Sindical