Bancos sobem tarifas em até 72% em um ano

Tarifas- grandeLevantamento junto ao BC mostra reajustes acima da inflação em diversos serviços oferecidos aos clientes

Os bancos elevaram as tarifas cobradas dos clientes acima dos 70% em 12 meses, segundo levantamento feito pela Agência Reuters, com dados divulgados pelo Banco Central (BC). No mesmo período, a inflação medida pelo IPCA ficou em 10,3%.

A cobrança média de emissão do cheque administrativo teve a elevação mais escandalosa (72,1%) de R$ 19,36 no ano passado para R$ 33,32. Se precisar de um novo cartão de débito, a segunda via subiu de R$ 7,02 para R$ 7,93, aumento de quase 13%. A tarifa do saque da poupança em correspondente bancário saltou 14,71%, de R$ 2,65 para R$ 3,04.

Sobre os pacotes padronizados, das quatro opções permitidas pelo BC, duas ficaram mais caras. O perfil 4, com mais serviços agregados, subiu de R$ 70,18 para R$ 78,25, alta de 11,49%. O perfil 2, o mais barato com fornecimento de folhas de cheques, foi reajustado em 12,03%, de R$ 35,38 para R$ 39,75.

Entre os cinco maiores bancos do país, o pacote de tarifas do perfil 2 varia entre R$ R$ 15,65 e R$ 17,50: Caixa (R$ 15,65), Santander (R$ 16,10), Banco do Brasil (R$ 16,80), Bradesco (R$ 17) e Itaú Unibanco (R$ 17,50).

Fonte: Reuters

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.