Anexo de denúncia contra Eduardo Cunha traz registros do caso Banestado

Um dos anexos da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), usada também para tornar a mulher dele, Claudia Cruz, ré da Lava Jato traz uma informação curiosa: um documento de oito páginas com um pedido de análise de transferência de recursos em nome do parlamentar identificadas na base de dados do caso Banestado.Denúncia contra Eduardo Cunha traz registros do caso Banestado

E há registros de três movimentações suspeitas. Duas delas, de setembro de 2000 e de um ano depois, no valor de US$ 11,5 mil cada uma, referem-se a pagamentos feitos a Cunha no exterior por uma conta no Beacon Hill.

“Em ambas as transações financeiras aparece junto ao nome de Eduardo Cunha a palavra policy (política)”, observa o documento.

Já o outro registro de pagamento identificou uma movimentação financeira que teve como ordenante uma empresa chamada “Netherton Limited” que transferiu, em agosto de 1998, US$ 60 mil dólares de sua conta no Citibank para o MTB Bank de Nova Iorque.

Conforme a denúncia contra o parlamentar, Cunha é proprietário de contas do truste Netherton. Todas as contas citadas estão ligadas a doleiros envolvidos no caso Banestado.

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.