Alvo de desmonte, Caixa lucra R$ 3,3 bi no 1º trimestre

A Caixa registrou lucro líquido gerencial de R$ 3 bilhões no primeiro trimestre. Uma redução de 3,8% em relação ao comparativo anual. Já o lucro líquido contábil consolidado foi de R$ 2,5 bilhões, o que representa queda de 44,5% frente aos três primeiros meses do ano passado, quando chegou a R$ 4,6 bilhões.

O resultado negativo se deve ao fato de não ter havido eventos não recorrentes. Na prática, os números comprovam que a venda de ativos não é uma estratégia sustentável e que pode comprometer o futuro da estatal com o corte na geração de receitas futuras. Além de prejudicar a autonomia da instituição financeira como agente de políticas públicas. 

A Caixa arrecadou R$ 6 bilhões de receitas de prestação de serviços no primeiro trimestre, aumento de 5,8% em comparação com o mesmo período do ano anterior. A receita com produtos de seguridade cresceu 97,5%. Os fundos de investimento, 16,1% a loterias, 33,7%.

O único do banco 100% público do Brasil não sai da mira do governo privatista de Jair Bolsonaro. O desmonte da estatal resulta em clientes insatisfeitos por conta das longas filas as agências, resultado da redução de bancários desde 2016. Os empregados estão sobrecarregados e doentes com tanta pressão. 

Fonte: Movimento Sindical

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.