Procon vê diferença de 447% entre tarifas bancárias - Sindicato dos Bancários de Ponte Nova

03/07/15 Tarifas

Procon vê diferença de 447% entre tarifas bancárias

A diferença entre valores de tarifas bancárias pode variar até 447,5%, segundo pesquisa divulgada pela Fundação Procon-SP sobre os pagamentos por serviços prioritários. O levantamento constatou também que o valor médio aumentou em todos os pacotes padronizados entre 2014 e 2015.Tarifas

O levantamento comparou Banco do Brasil, Santander, Bradesco, Caixa, HSBC, Itaú e Safra, usando dados coletados nos sites dos próprios bancos.

Os 447,5% estão na taxa de pagamento de contas utilizando a função crédito do cartão, com menor valor de R$ 4 pelo BB e o maior, de R$ 21,90, pelo Santander. Também chama a atenção a diferença em os serviços ligados a operações de câmbio. Todas bateram nos 350%, sendo o Safra o mais careiro e o Santander, o com o menor preço. Entram nessa classificação serviços ligados à compra e venda de moeda estrangeira, em espécie, cheque viagem ou cartão.

Ainda acima dos 100% aparece a utilização de canais de atendimento para retirada em espécie no país, com 153,85%. Para o mesmo serviço, mas no exterior, chega a 83,33%. Para saque de conta de depósitos à vista e de poupança a diferença bate nos 79,17%; e no depósito identificado, em 78,52%.

Veja aqui a pesquisa completa

Pacotes – Na comparação referente aos Pacotes Padronizados I, II, III e IV, o valor médio que mais aumentou foi o III, de R$ 18,21 em 4 de junho do ano passado para R$ 19,93 em 16 de junho deste ano, elevação de 9,41%. O II subiu 7,15%, de R$ 13,39 para R$ 14,34. O IV aumentou 4,22% e o I, 2,28%. Todos no mesmo período.

A maior diferença entre bancos ficou para o HSBC, sempre com o valor menor, e o Itaú, sempre com o maior. No pacote II, foi de 37,82% (R$ 11,90 x R$ 16,40). No III, um pouco menos: 36,71% (R$ 15,80 e R$ 21,60). No IV ficou em 33,89% (R$ 23,90 x R$ 32) e, no I, em 10,53% (R$ 9,5 e R$ 10,5). Nos dois últimos, o Itaú tem a companhia do Safra como o mais careiro.

Orientações – O Procon orienta os consumidores a sempre observar os diversos canais de atendimento (presencial, internet, autoatendimento e outros meios eletrônicos) disponibilizados pelo banco, pois eles podem apresentar diferenças significativas de tarifas. No caso de optar pela contratação de um pacote, verificar se os serviços inclusos e suas respectivas quantidades estão de acordo com sua utilização.

A fundação considera importante, ainda, o consumidor não extrapolar a quantidade de serviços estipulada no pacote contratado, para evitar pagar também a tarifa individual do serviço. E sempre lembrar que a contratação do pacote não é obrigatória, não podendo ser imposta pelo banco.

Fonte: Seeb SP

Email this to someone

Tags:,