Histórico

Foi em 22 de outubro de 1947 que a já existente Associação dos Bancários recebeu sua carta sindical. Na época eram oito as agências bancarias em Ponte Nova : Banco de Crédito Real (a primeira instalada na cidade, em 1912), Banco Pontenovense, Banco do Brasil, Banco Hipotecário, Banco Mineiro da Produção, Banco Industrial de Minas Gerais, Banco de Minas Gerais e Banco Comércio e Indústria.

José Leôncio Padovani . Um dos fundadores do Sindicato dos Bancários de Ponte Nova e Região, seu associado número UM e, por várias vezes seu Diretor.

Na década de 50 conseguimos a extensão de base, que até hoje se mantém, atingindo as cidades de Abre Campo, Dom Silvério, Raul Soares, Rio Casca, Viçosa e Visconde do Rio Branco, todas na Zona da Mata Leste de Minas. Na região funcionam agências do Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú , Mercantil do Brasil, e Real.

Em setembro/2001- aprovação em Assembléia Extraordinária, a extensão de base territorial do Sindicato para os seguintes municípios: Abre Campo, Acaiaca, Alvinópolis, Araponga, Barão de Cocais, Bela Vista de Minas, Braz Pires, Canaã, Catas Altas, Cipotânea, Coimbra, Diogo de Vasconcelos, Dom Silvério, Guaraciaba, Itaverava, Jequeri, João Monlevade, Mariana, Matipó, Nova Era, Ouro Branco, Ouro Preto, Paula Cândido, Piedade de Ponte Nova, Piranga, Porto Firme, Presidente Bernardes, Raul Soares, Rio Casca, Rio Piracicaba, Santa Bárbara, Santa Cruz do Escalvado, Santa Margarida, Santo Antônio do Grama, São Domingos do Prata, São Geraldo, São Gonçalo do Rio Abaixo, São José do Goiabal, São Miguel do Anta, São Pedro dos Ferros, Senador Firmino, Senhora de Oliveira, Teixeiras e Urucânia, Viçosa, Visconde do Rio Branco.