05/11/20 Lucro BB

Em nove meses, Banco do Brasil lucra R$ 10,1 bi

Em meio à pandemia de Covid-19, mais um banco divulgou lucratividade bilionária. O lucro líquido ajustado do BB foi de R$ 10,189 bilhões nos primeiros nove meses de 2020. Já no terceiro trimestre, a instituição financeira lucrou R$ 3,482 bilhões, um avanço de 5,2% em relação ao segundo trimestre.

A carteira de crédito ampliada do Banco do Brasil apresentou crescimento de 6,4% nos últimos 12 meses e alcançou R$ 730,9 bilhões. Os destaques ficaram por conta dos desempenhos dos segmentos Pessoa Física, MPME e Rural, que cresceram 6,2%, 17,9% e 5,3% respectivamente. 

A lucratividade poderia ter sido maior se não fosse o aumento das PCLD (Provisões para Devedores Duvidosos) de 40,5% devido. O BB justificou a antecipação prudencial de provisões de crédito no valor de R$ 2 bilhões neste trimestre pelas ‘incertezas econômicas provocadas pela pandemia’. Conversa fiada. 

Em setembro, o índice de inadimplência (operações vencidas há mais de 90 dias) caiu em relação ao trimestre anterior e ficou em 2,43%. Em nove meses, as antecipações prudenciais de provisões totalizaram R$ 6 bilhões. As receitas com prestação de serviços no Banco do Brasil cresceram 4,5% e o desempenho positivo em crédito consignado evoluiu 15,2% em 12 meses.

Os dados demostram que o BB é rentável e não faz o menor sentido o governo querer desmontar a estatal, assim como as demais empresas públicas. Ao invés de encerrar as atividades das agências e fechar postos de trabalho, deveria valorizar o banco e os funcionários.

Fonte: Movimento Sindical

Email this to someone

Tags:, , ,