12/08/19 Guardião

Em evento com banqueiros, Toffoli diz: “Sou a favor da desidratação da Constituição”

“A quantidade de informações presentes na Constituição leva tudo ao STF. Se tudo vai parar no Supremo, é o fracasso da sociedade, não a solução”, disse o presidente do STF

Durante evento com banqueiros, o ministro Dias Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou, nesta segunda-feira (12), que é favorável à desidratação da Constituição Federal.

Toffoli participou da 20ª Conferência Anual Santander e abordou a necessidade de se tirar da carta magna temas importantes, como economia. “Sou a favor da desidratação da Constituição Federal”, disse o ministro do STF durante sessão de perguntas e respostas.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo.

“A quantidade de informações presentes na Constituição leva tudo ao STF. Se tudo vai parar no Supremo, é o fracasso da sociedade, não a solução. Menos Constituição é menos judicialização”, declarou.

“Toda reforma da Constituição traz mais peso, maior judicialização. Toda a vida das pessoas vai parar no Judiciário. Resguardadas as garantias fundamentais, o que mais precisa estar na Constituição?”, questionou.

Sistema financeiro

O ministro afirmou que a reforma tributária deveria revogar o artigo 192 da Constituição do Brasil, que trata do sistema financeiro nacional e ainda defendeu o governo de Jair Bolsonaro.

“O Supremo tem que ter autocontrole e respeitar os outros poderes. Temos que respeitar resultado das urnas, que foi o resultado de 2018. A sociedade tem pressa e quer resultados e serviços públicos funcionando”, disse.

Fonte : revistaforum.com.br

Email this to someone

Tags:, ,