09/10/18 Eleições

Deputados da reforma trabalhista não se reelegem

Dois dos que protagonizaram a aprovação da reforma trabalhista, o ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira e o relator do projeto, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN), não conseguiram se reeleger. O deputado do PTB gaúcho, Nogueira tinha tomado posso do Ministério do Trabalho em 2016, e deixou o cargo pra se preparar pra sua campanha.

A pasta ficou meses sem titular, porque a indicação de Michel Temer, também deputada, Cristiane Brasil, não pôde assumir por impedimentos judiciais vinculados à questões trabalhistas, seria no mínimo contraditório.

Ainda sobre a pasta do Ministério do Trabalho, houve outra nomeação, o interino Helton Yomura foi efetivado, e também afastado posteriormente pelo Supremo Tribunal Federal (STF), por suspeita de fraude. Um povo nas mãos de fraudadores e corruptos, assim vai o Brasil.

A reforma trabalhista que prometeu mais de 6 milhões de empregos, na verdade reduziu salários, e precarizou as relações trabalhistas. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), dois meses após a reforma entrar em vigor, em novembro e dezembro de 2017, perderam-se mais de 347 mil postos de trabalhos formais. Esse é o verdadeiro saldo dessa lei neoliberal.

– Em Minas

Infelizmente, parece que os eleitores Mineiros não se atentaram aos alertas do Movimento Sindical, para que não votassem em seus inimigos, pois antigos caciques políticos foram reeleitos.

Na Região de Ponte Nova e Viçosa, conseguiram se reeleger algumas figurinhas carimbadas que sempre votaram contra os direitos dos trabalhadores, como por exemplo, Luis Tibe, Aécio Neves, Lincoln Portela, Misael Varella, Rodrigo de Castro e companhia. Confira abaixo, os Deputados eleitos em Minas:

DEPUTADOS/AS ELEITOS/AS PARA A CÂMARA DOS DEPUTADOS

CANDIDATO PARTIDO VOTOS  %
Nelson Barbudo PSL 126249 8,52
Jose Medeiros PODE 82528 5,57
Emanuelzinho PTB 76781 5,18
Neri Geller PP 73072 4,93
Carlos Bezerra MDB 59155 3,99
Dr Leonardo SOLIDARIEDADE 52335 3,53
Professora Rosa Neide PT 51015 3,44
Juarez Costa MDB 49912 3,37
Marcelo Alvaro Antonio PSL 230008 2,28
Reginaldo Lopes PT 194332 1,93
Andre Janones AVANTE 178660 1,77
Paulo Guedes PT 176841 1,75
Aurea Carolina PSOL 162740 1,61
Gilberto Abramo PRB 162092 1,61
Cabo Junio Amaral PSL 158541 1,57
Eros Biondini PROS 157394 1,56
Rogério Correia PT 131312 1,3
Padre João PT 131228 1,3
Rodrigo De Castro PSDB 131120 1,3
Weliton Prado PROS 129199 1,28
Misael Varella PSD 128537 1,28
Hercílio Coelho Diniz MDB 120489 1,2
Stefano Aguiar PSD 115795 1,15
Patrus Ananias PT 112724 1,12
Zé Silva SOLIDARIEDADE 109335 1,08
Marcelo Aro PHS 107219 1,06
Aécio Neves PSDB 106702 1,06
Eduardo Barbosa PSDB 105969 1,05
Diego Andrade PSD 105803 1,05
Lincoln Portela PR 105731 1,05
Emidinho Madeira PSB 103533 1,03
Lafayette Andrada PRB 103090 1,02
Pinheirinho PP 98404 0,98
Subtenente Gonzaga PDT 93932 0,93
Margarida Salomão PT 89378 0,89
Dr. Mário Heringer PDT 89046 0,88
Odair Cunha PT 87891 0,87
Bilac Pinto DEM 87683 0,87
Fred Costa PATRI 87446 0,87
Domingos Sávio PSDB 80990 0,8
Paulo Abi Ackel PSDB 79797 0,79
Dimas Fabiano PP 74223 0,74
Tiago Mitraud NOVO 71901 0,71
Vilson Da Fetaemg PSB 70481 0,7
Newton Cardoso Jr MDB 69900 0,69
Leonardo Monteiro PT 68686 0,68
Euclydes Pettersen PSC 65316 0,65
Lucas Gonzalez NOVO 64022 0,64
Fabio Ramalho MDB 63149 0,63
Doutor Frederico PATRI 60950 0,6
Igor Timo PODE 60509 0,6
Julio Delgado PSB 58413 0,58
Mauro Lopes MDB 58243 0,58
Delegado Marcelo Freitas PSL 58176 0,58
Franco Cartafina PHS 53390 0,53
Charlles Evangelista PSL 51626 0,51
Léo Motta PSL 51073 0,51
Luis Tibe AVANTE 50474 0,5
Alê Silva PSL 48043 0,48
Greyce Elias AVANTE 37620 0,37
Zé Vitor PMN 32833 0,33

Fonte: SBPNR com informações do Movimento Sindical

Email this to someone

Tags:, , ,