10/05/18 Bancos

BB tem lucro recorde, mas desmonte segue

O Banco do Brasil obteve lucro líquido recorde no primeiro trimestre, mesmo com o desmonte promovido pelo governo Temer. O balanço bateu na casa dos R$ 3,026 bilhões, crescimento de 20,3% ante os três primeiros meses do ano passado, quando o ganho foi de R$ 2,515 bilhões.

A instituição financeira atribuiu o lucro alto à carteira de crédito das pessoas físicas que atingiu R$ 177,2 bilhões no primeiro trimestre, elevação de 3% em relação a 2017. O crédito consignado e o financiamento imobiliário também alavancaram o resultado – crescimento de 8,2% e 6,87%, respectivamente.

Os números são altamente satisfatórios e poderiam ajudar a impulsionar a retomada do crescimento do país, com investimento em políticas públicas, e em melhorias aos funcionários. Mas, o governo Temer faz justamente o contrário.

O quadro de pessoal caiu em mais de 10 mil, em menos de dois anos, e mais de 500 agências fecharam as portas. Funções foram extintas e comissões perdidas e os serviços sucateados. Ao mesmo tempo, a direção da empresa o acesso ao crédito e reduz o incentivos sociais. A política de desmonte só  favorece os bancos privados.

Lucros dos concorrentes no 1º trimestre
Itaú: R$ 6,28 bilhões
Bradesco: R$ 4,467 bilhões
Santander: 2,8 bilhões

Fonte: Movimento Sindical

 

Email this to someone

Tags:, , ,