15/09/16 Mobilização

Bancários esperam proposta decente

Os bancários continuam mobilizados em busca de avanços na mesa de negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Às 16h desta quinta-feira (15), acontece mais uma rodada em São Paulo. A expectativa é de que os bancos apresentem uma proposta justa à categoria.

A última negociação, realizada nesta terça-feira (13), foi suspensa depois que a Fenaban insistiu em apresentar exatamente a mesma proposta, de 7% de aumento, mais R$ 3,3 mil de abono salarial.  Os bancários querem discutir aumento real e outras cláusulas importantes da minuta, como garantia de emprego, fim das demissões, saúde e segurança.

Desde que começaram os debates, a Fenaban tem apresentado índices rebaixados de reajuste: primeiro 6,5%, agora 7%, com abono, enquanto a categoria pede 14,78% (percentual que inclui a reposição da inflação e 5% de aumento real). Além disso, os bancos têm ignorado outros itens da pauta.

Até que os bancos não façam uma proposta que contemple a pauta dos bancários, a greve da categoria se fortalece a cada dia. O movimento já fechou mais de metade das agências em todo o país. Na base territorial do Sindicato dos Bancarios de Ponte Nova e Região já são 15 municípios, 35 agências foram fechadas. Hoje foi a vez do Itau de Guaraciaba fechar as portas.

Quadro de Greve

Abre Campo: BB e Bradesco;

Coimbra: BB;

Dom Silvério: BB;

Guaraciaba : Itaú;

Matipó: BB;

Ponte Nova: BB, CEF, Bradesco, Mercantil, Itaú e Santander;

Rio Casca: BB, CEF e Bradesco;

Raul Soares: CEF, Bradesco, BB;

Santa Margarida: BB;

São Geraldo: Bradesco;

São Pedro dos Ferros: BB;

Teixeiras: BB;

Urucânia: Itaú;

Viçosa: BB (Centro e UFV), CEF (Centro e UFV), Bradesco, Itaú (Centro e UFV) e Mercantil;

Visconde do Rio Branco: BB, CEF, Bradesco e Itaú;

Fonte : SBPNR

Email this to someone

Tags:, , ,