14/06/18 Campanha Salarial

Bancários acertaram em negociar reajuste por dois anos

Pesquisa do Dieese demonstra que a categoria bancária acertou em negociar em 2016 reajuste de 1% acima da inflação para 2017. Ano passado, apenas 16% das categorias do País conseguiram obter de 0,51 a 1% acima do índice inflacionário medido pelo INPC/Dieese

Reforma Trabalhista força diminuição de reajustes

Conforme o balanço das negociações de reajustes salariais em 2017, realizado pelo Dieese, foi verificada diminuição nos aumentos salariais, se comparados com os anos de 2015 e 2016; e indica que será também uma tendência para 2018.

Portanto, a pesquisa do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) demonstra que a categoria bancária acertou em negociar em 2016, reajuste de 1% acima da inflação para 2017. Ano passado, apenas 16% das categorias do País (conforme tabela da Nota Técnica 86, abaixo) conseguiram obter de 0,51 a 1% acima do índice inflacionário medido pelo INPC/Dieese.

Segundo o Departamento, isso pode já ser um primeiro efeito da Reforma Trabalhista aprovada em junho de 2017 e que entrou em vigor em novembro do mesmo ano.

No universo das negociações realizadas em 2017, o estudo identificou um pequeno aumento real (acima da inflação) nos reajustes salariais, resultado que é consequência da recessão e que foi atingido por categorias historicamente mais bem organizadas.

Porém, a regra geral para a maioria da classe trabalhadora segue sendo a tendência a precarização e informalidade.

A Nota Técnica ainda afirma que “Talvez o problema dos trabalhadores nos processos negociais não seja a reposição do valor real dos salários, que – dadas as baixas taxas inflacionárias – não deve enfrentar resistências do empresariado. As dificuldades devem surgir no âmbito das negociações das cláusulas sociais, onde agora se concentra a ofensiva patronal pela flexibilização dos direitos trabalhistas.”

O Dieese, em sua Nota Técnica número 86/junho de 2018, apresenta os resultados da pesquisa sobre o balanço anual dos reajustes salariais realizado pelo Sistema de Acompanhamento de Salários (SAS-DIEESE).

Fonte: Movimento Sindical

Email this to someone

Tags:, ,